Teerã rejeita mudar embaixador para a ONU

O vice-ministro das Relações Exteriores do Irã, Abas Araqchi, disse ontem que o país não planeja escolher outro embaixador para a ONU, depois que Washington rejeitou o visto para Hamid Abutalebi por seu suposto papel na manutenção de reféns na tomada da Embaixada dos EUA em Teerã, em 1979. O governo iraniano vai se opor à recusa do visto junto à ONU. O diplomata nega ter participado do ataque à missão americana, mas admite ter trabalhado como intérprete para libertar reféns.

O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2014 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.