Tel-Aviv sondou Amã sobre ataque à Síria, diz revista

Espiões israelenses sondaram nos últimos meses colegas jordanianos sobre a possibilidade de bombardear arsenais químicos do regime de Bashar Assad, na Síria. A informação foi revelada ontem por Jeffrey Goldberg, colunista da revista americana The Atlantic, citando autoridades de três países que teriam aceitado falar sob condição de anonimato. A Jordânia supostamente respondeu "não" aos israelenses.

O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2012 | 02h01

Israel teria procurado a Jordânia, pois várias instalações que abrigam as armas de destruição em massa ficam perto da fronteira síria-jordaniana. O governo israelense estava preocupado com os efeitos que um ataque desse tipo causaria sobre o reino hachemita, afirma a Atlantic. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.