Tempestade de neve atinge EUA e deixa sete mortos

Tempestade de neve atinge EUA e deixa sete mortos

Baixa de temperaturas era esperada só para janeiro de 2015

O Estado de S. Paulo

19 Novembro 2014 | 18h41

Uma tempestade de neve severa que atinge partes do estado americano de Nova York deixou moradores presos em casa e motoristas dentro dos carros. A temperatura em todos os 50 estados dos EUA caiu próximo ou abaixo de zero grau. A cidade de Nova York, contudo, não foi afetada pela neve.

Os moradores da cidade de Buffalo foram pegos desprevenidos, com a neve chegando a mais de 1,5 metro em algumas regiões nesta quarta-feira. Autoridades disseram que os níveis de neve podem chegar a 1,8 metros nas área mais atingidas.

O tempo frio tem atingido todo o país desde terça-feira, levando a uma baixa recorde de temperaturas, o que costuma acontecer em janeiro. Ventanias e estradas congeladas causaram acidentes, fechamentos de escolas e atrasos em operações municipais no Centro-Oeste e no Sul, até nas áreas onde as precipitações de neve foram moderadas ou inexistentes.

De acordo com autoridades, um homem de 46 anos foi encontrado dentro de seu carro nesta quarta-feira. O veículo estava em uma vala e enterrado na neve na cidade de Alden, a 40 quilômetros a leste de Buffalo. Não ficou claro como ele morreu.

Na terça-feira, quatro pessoas morrem, incluindo três de ataques cardíacos e outra que ficou presa debaixo de um carro que estava tentando retirar da neve. A tempestade causou a morte de pelo menos sete pessoas nos estados de New York, New Hampshire e Michigan. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAtempestade de neve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.