Kyodo/Reuters
Kyodo/Reuters

Tempestade de neve atinge o Japão e deixa ao menos 6 mortos

Desde a sexta-feira, uma onda de frio castigou grande parte do país e deixou quase um metro de neve no norte e oeste do país

O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2014 | 10h07

 

TÓQUIO - Fortes nevascas que atingiram o oeste e o norte do Japão causaram a morte de pelo menos seis pessoas e deixaram isolados mais de mil habitantes de regiões montanhosas nos últimos dias, informou nesta segunda-feira, 8 a imprensa local.

Desde a sexta-feira passada, uma onda de frio castigou grande parte do país e deixou quase um metro de neve em localidades como Okura, no norte e Shirakawa, no sudoeste do país. A região de Sukayu teve uma queda recorde de 116 centímetros de neve, segundo a Agência Meteorológica japonesa (Jama).

Pelo menos seis pessoas morreram em acidentes relacionados com as condições meteorológicas, informou o jornal Yomiuri.

Duas pessoas de 78 anos morreram ao sair de um caminhão de uma estrada gelada e cair em um rio na cidade de Toyama (centro), segundo a Polícia local, que também atribuiu às fortes nevascas a morte de dois homens na mesma região e o de outra pessoa em Fukui (oeste).

Além disso, cerca de 1.260 pessoas ficaram isoladas em suas casas no domingo em Tokushima, das quais 770 continuam hoje sem comunicação, segundo a agência Kyodo.

Soldados das Forças de Autodefesa japonesas  se deslocaram para esta região montanhosa para ajudar seus moradores e tentar desbloquear os acessos à região, onde a neve e o vento provocaram o fechamento de estradas e quedas de energia elétrica.

As nevascas também causaram interrupções no transporte rodoviário e ferroviário em outras regiões do país, assim como o cancelamento de 60 voos domésticos durante o fim de semana. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Japão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.