Tempestade de neve rara mantém Jerusalém paralisada

Jerusalém continua paralisada após uma rara tempestade de neve ter atingido a região no final da semana passada. O transporte público e escolas na cidade estão fechados e centenas de pessoas estão sem energia elétrica.

AE, Agência Estado

16 de dezembro de 2013 | 14h09

A Companhia Elétrica de Israel disse nesta segunda-feira que cerca de 8 mil casas continuam sem eletricidade. Muitas estradas ainda continuam interditadas por causa da neve, gelo e árvores caídas.

Na Faixa de Gaza, escolas e escritórios do governo voltaram a funcionar após chuvas torrenciais terem atingido partes do território palestino. O primeiro-ministro de Gaza, Ismail Haniye, afirmou que seu governo do Hamas vai compensar os dados sofridos pela população local.

A tempestade começou na quarta-feira, quando caiu mais de meio metro de neve em Jerusalém, que normalmente passa o inverno inteiro em neve. Em Gaza, mais de 40 mil pessoas abandonaram suas casas por causa das inundações. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELNEVE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.