Tempestade deixa mais de 70 mortos na China

As fortes chuvas que assolam a China provocaram deslizamentos de terra e alagamentos em várias cidades e regiões da província de Hunan, no centro-sul do país, deixando mais de 70 pessoas mortas, segundo informou hoje a agência oficial Xinhua News. A situação agora é estável, mas ainda chove nas regiões montanhosas e o nível dos rios continua subindo. Há muitos anos que o país não tinha chuvas tão fortes. Foram afetadas as cidades de Chenzhou, Hengyang, Yongzhou e Zhuzhou, com um total de 3,5 milhões de pessoas. Segundo a agência, as perdas são estimadas em mais de dois bilhões de yuan (US$ 240 milhões). Moradores e órgãos municipais formaram equipes de emergência para trabalhar no resgate.

Agencia Estado,

09 Agosto 2002 | 11h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.