Tempestade ganha status de furacão e deve atingir EUA

A tempestade tropical Bill ganhou força de furacão hoje, depois que seus ventos atingiram 75 milhas por hora (120 quilômetros por hora), de acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos. É a primeira tormenta a se transformar em furacão na atual temporada, que vai de junho a novembro e atinge o pico em agosto. O Bill deve passar ao largo do Caribe e seguir em direção a noroeste, para a costa leste dos Estados Unidos e Bermudas.

AE, Agencia Estado

17 de agosto de 2009 | 13h39

A tormenta pode se tornar um furacão de grande magnitude na quarta-feira, quando deverá se passar a leste do Caribe. De acordo com a projeção de curso do NHC, o Bill deve chegar às Bermudas no sábado. A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês), dos EUA, prevê 70% de chances de haver entre sete e 11 grandes tempestades no Atlântico na atual temporada, das quais três a seis devem se tornar furacões. Destes, entre um e dois podem se transformar em furacões de grande magnitude.

Enquanto isso, a tempestade tropical Claudette chegou hoje ao noroeste da Flórida, a primeira na atual temporada a atingir o continente americano. Tempestades chegaram ao sudeste de Fort Walton Beach, Flórida. "A principal ameaça de Claudette é a formação de tempestades fortes e tornados isolados hoje na península da Flórida e nos condados de Big Bend", informou um aviso da Divisão de Gerenciamento de Emergências do Estado. O volume das chuvas pode chegar entre 760 e 1.270 milímetros. Em algumas áreas, o volume poderá chegar a 2.540 mm. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAfuracãoBillClaudette

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.