Tempestade inesperada mata uma pessoa na Eslováquia

Pelo menos uma pessoa morreu e centenas foram obrigadas a deixarem suas casas por causa das enchentes que atingiram o centro da Eslováquia depois de uma tempestade fora do comum que durou mais de sete horas.

AE-AP, Agência Estado

15 de agosto de 2010 | 17h33

O ministro do Interior, Daniel Lipsic, disse que um homem se afogou na cidade de Handlova quando tentava salvar seu carro de uma enchente.

Lipsic informou ainda que outras duas pessoas estão desaparecidas desde que a enchente atingiu a região. Três pontes em Handlova foram destruídas e levadas pelas águas. As rodovias locais ficaram fechadas durante várias horas e os rios transbordaram.

Dezenas de soldados foram destacados para ajudar nos esforços de limpeza depois que as águas começaram a ceder na manhã de domingo.

No último final de semana, cinco pessoas foram encontradas mortas na vizinha Republica Tcheca depois das fortes enchentes causadas pelas chuvas torrenciais que atingiram o país.

Tudo o que sabemos sobre:
Eslováquiatempestadeenchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.