Tempestade no oeste do Paquistão mata ao menos 100 pessoas

Ministro do Interior promete ajuda as famílias das vítimas; voluntários tentam resgatar corpos

Efe,

21 Julho 2007 | 03h33

Pelo menos 100 pessoas morreram na sexta-feira à noite, numa tempestade elétrica na Província da Fronteira do Noroeste (NWFP) do Paquistão, informou uma fonte policial. Os raios também mataram dezenas de animais, além de destruir uma mesquita e mais de 20 casas, segundo uma fonte da Polícia de Peshawar, capital de NWFP. A tempestade afetou as localidades de Nashnamal, Jabai e Banya Jaur. Voluntários tentam resgatar os corpos do rio que passa pela região. O ministro do Interior, Aftab Ahmad Sherpao, lamentou em comunicado as mortes por causa da tempestade e se comprometeu a ajudar as famílias das vítimas. Em junho, outro temporal causou cerca de 230 mortes em Karachi, no sul do país. Na província do Baluchistão, uma semana depois, 100 pessoas morreram e 80 mil ficaram desabrigadas por causa de inundações.

Mais conteúdo sobre:
raiostempestadePaquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.