Tempestade obriga moradores a deixar ilha da Nicarágua

A tempestade tropical Ida arrancou árvores pela raiz, interrompeu os serviços de energia elétrica e telefonia e forçou a retirada de cerca de 300 habitantes da Ilha do Milho, uma popular estância turística nicaraguense. A Ida se formou ontem e rapidamente ganhou força no sudoeste do Caribe. Não há informações sobre possíveis vítimas.

AE-AP, Agencia Estado

05 Novembro 2009 | 09h45

Meteorologistas temem que a tempestade tropical ganhe força e se transforme num furacão antes de atingir a porção continental da Nicarágua, o que deve acontecer ainda hoje, segundo as previsões. Há um alerta de furacão em vigor para o litoral do país até a fronteira com Honduras.

Os ventos da tempestade Ida chegaram a 110 quilômetros por hora nas primeiras horas de hoje, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. O olho da tempestade encontrava-se a 100 quilômetros da costa e movia-se a 11 quilômetros por hora.

Mais conteúdo sobre:
tempestade Ida Nicarágua

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.