Dennis M. Sabangan/Efe
Dennis M. Sabangan/Efe

Tempestade Parma deixa três mortos na China

Autoridades locais advertiram sobre possíveis inundações e deslizamentos e outros incidentes

Efe

13 de outubro de 2009 | 04h40

Vindo das Filipinas, o tufão Parma chegou à China em forma de tempestade tropical e deixou três mortos na ilha de Hainan, informou nesta terça-feira a agência oficial Xinhua.

Os fortes ventos e as ondas causaram o naufrágio de um barco com nove pescadores no litoral da cidade de Wanning, segundo um porta-voz do Escritório de Resposta de Emergências da província de Hainan.

Cinco pescadores foram resgatados com vida, enquanto o corpo de três pescadores foram encontrados e um segue desaparecido, segundo comunicou o Escritório Marítimo de Hainan.

O tufão Parma chegou à China em forma de tempestade tropical, segunda-feira, 12, com ventos de até 54 km/h, segundo o Observatório Provincial de Hainan.

A tempestade se está movimentando em direção noroeste a uma velocidade de 15 km/h e trouxe fortes ventos e chuvas à província.

As autoridades locais advertiram aos residentes da possibilidade de inundações, deslizamentos de terra e outros incidentes.

A suspensão da navegação levou à escassez de produtos básicos e a preços inflacionados nos mercados da região.

Parma também trouxe ventos e chuvas às zonas litorâneas das províncias de Cantão e Fujian, além de Taiwan

Nas Filipinas, o tufão deixou 299 mortos e sérios danos materiais.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaParmatempestade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.