Tempestade pode interromper transporte no Reino Unido

Uma forte tempestade, considerada a pior em muitos anos, deve interromper os serviços de transporte nesta segunda-feira no Reino Unido. A tempestade vem do sudoeste do país neste domingo e a previsão é de que o vento chegue à uma velocidade de 130 quilômetros por hora.

Agência Estado

27 de outubro de 2013 | 19h00

O primeiro-ministro, David Cameron, alertou as agências do governo para prepararem um plano de contingência para os transportes, escolas e fornecimento de energia durante a tempestade, que deve estender-se até a tarde de segunda-feira. A tempestade deve mover-se em direção ao norte e noroeste do país, alcançando o mar do Norte amanhã.

O responsável pelo Met Office, escritório de meteorologia britânico, Martin Young, disse que os ventos não devem chegar à velocidade da "Grande Tempestade de 1987", de 185 quilômetros por hora e que mataram 18 pessoas.

O Instituto Meteorológico da Dinamarca divulgou um alerta, dizendo que os ventos com força de furacão devem atingir partes da Dinamarca e elevar os níveis de água próximo à cidade de Esbjerg. O Instituto de Meteorologia e Hidrológico da Suécia também fez alerta sobre a possibilidade de ventos fortes atingirem o oeste da Suécia amanhã à noite, observando que a tempestade deve durar até a terça-feira e quarta-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidotempestadetransporte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.