Tempestade provoca deslizamento e mata 31 na Caxemira

Fortes chuvas provocaram deslizamentos de terra na Caxemira paquistanesa. Três casas foram soterradas, matando 31 pessoas, segundo informações de fontes ligadas ao governo nesta quarta-feira.Pelo menos 21 pessoas morreram quando um deslizamento atingiu duas casas em Doba Sayedan, uma remota vila no montanhoso território do Himalaia, disse o major Farooq Nasir, porta-voz do Exército na capital regional, Muzaffarabad. Outras dez pessoas da mesma família morreram quando sua casa foi atingida pela lama em Bagh, ao sul, informou o policial Mohammed Liaqat.Os habitantes de um vilarejo conseguiram retirar 15 pessoas dos escombros e estavam procurando por outras sete pessoas, disseram as fontes.As vilas se encontram nas montanhas que foram devastadas por um terremoto em 2005, matando mais de 80 mil pessoas e desabrigando outros 3 milhões. Algumas das vítimas ainda vivem até hoje em abrigos.Liaqat disse que uma equipe de resgate da polícia foi encaminhada nesta terça-feira para Doba Sayedan, mas ainda não conseguiu chegar lá porque outros deslizamentos bloquearam a passagem. Enquanto isso, tropas armadas seguem a pé até o local e helicópteros também estão a caminho.Doba Sayedan está localizada próxima a linha de cessar-fogo que divide a Caxemira entre partes controladas pela Índia e pelo Paquistão. O rivais do sul da Ásia lutaram uma guerra que durou dois anos na Caxemira até a independência do Reino Unido, em 1947, e os processos de paz começaram em 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.