Tempestade tropical mata ao menos 53 pessoas nas Filipinas

Uma tempestade tropical que atingiu a região central das Filipinas no começo da semana já deixou ao menos 53 mortos em deslizamentos de terra e inundações, informaram autoridades de prevenção a desastres nesta quarta-feira.

Estadão Conteúdo

31 de dezembro de 2014 | 11h48

As vítimas incluem pelo menos 29 pessoas soterradas por desabamentos nas províncias de Samar e Leyte. Entre os outros mortos, a maioria se afogou durante as enchentes que se formaram logo após a tempestade, na terça-feira. Ao menos oito pessoas estão desaparecidas e outras 136 mil deixaram suas comunidades para se abrigarem em alojamentos de emergência.

Meteorologistas afirmam que a tempestade Jangmi, conhecida regionalmente como Seniang, perdeu força e se tornou uma depressão tropical nesta quarta-feira. O fenômeno deve se dissipar assim que chegar à província de Palawan, no oeste do país.

O presidente Benigno Aquino III comandou o envio de suprimentos de emergência e outros auxílios a comunidades afetadas, muitas das quais ainda estavam se recuperando do estrago deixado pelo furacão Haiyan no ano passado. No total, mais de 200 mil pessoas foram prejudicadas pela tempestade. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Filipinastempestademortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.