AP
AP

Vendavais deixam pelo menos 11 mortos e mais de 100 feridos na China

De acordo com as informações das autoridades locais, os ventos derrubaram árvores, danificaram casas e provocaram cortes na energia elétrica

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de maio de 2021 | 07h04

PEQUIM - Pelo menos 11 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas por conta das fortes tempestades de vento e granizo que atingiram a província oriental Jiangsu, leste da China, na noite de sexta-feira, 30.

De acordo com as informações das autoridades locais, os ventos que atingiram até 45,5 metros por segundo derrubaram árvores, provocaram cortes na energia elétrica e atingiram uma embarcação de pescadores na região costeira de Nantong. Até o momento nove tripulantes estão desaparecidos.

Segundo detalhou o governo de Jiangsu na rede social Weibo (equivalente ao Twitter, plataforma que foi censurada na China), dois pescadores que estavam no barco tombado pelos fortes ventos foram resgatados na madrugada, durante uma operação de emergência.

As tempestades que atingiram parte da China já deixaram pelo menos 3.050 pessoas desabrigadas. O grupo teve que deixar a região da província que teve pelo menos 132 casas destruídas e outras inúmeras residências danificadas.

Ainda conforme as autoridades locais, os serviços de emergência continuam com os trabalhos de resgate de desaparecidos, retirada de escombros e a restauração da rede de energia elétrica./ EFE, AP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.