Tempestades no dia de Natal deixam 3 mortos nos EUA

Um enorme sistema de tempestade, que provocou a precipitação de neve e granizo em algumas regiões dos Estados Unidos, desencadeou tornados no sul do país que tomaram a direção do nordeste do país, derrubando linhas de transmissão, árvores e telhados, além de matar três pessoas.

AE, Agência Estado

26 de dezembro de 2012 | 10h36

Passageiros enfrentaram o segundo dia de atrasos e cancelamentos de voos, um dia depois de raros tufões de inverno terem danificado várias casas na Louisiana e no Alabama. O grande sistema de tempestade que se estende por vários Estados é considerado responsável pela morte de três pessoas e por ferimentos causados em outras, embora ninguém tenha morrido em relação direta com os tornados.

As tempestades também deixaram mais de 100 mil pessoas sem energia elétrica, prejudicando as comemorações do Natal. Chuvas torrenciais e ventos fortes se moviam na manhã desta quarta-feira pela Geórgia, no sul, onde uma série de alertas de atenção para tornados ainda vigorava. O sistema tomava a direção da populoso nordeste norte-americano.

A cidade de Mobile, no Alabama, foi a maior a ser atingida por vários dos tufões. Além dos fortes ventos, as tempestades derrubaram inúmeras árvores e arrancaram os telhados de muitas casas.

Mais de 500 voos haviam sido cancelados em todo o país até a noite de terça-feira, segundo o site FlightAware.com, que acompanha em tempo real a situação dos voos. Mais da metade dos pousos e decolagens no aeroporto internacional de Dallas/Fort Worth foi cancelada em razão do acúmulo de alguns centímetros de neve no local.

No Texas, houve registro de fortes ventos e as rodovias ficaram escorregadias. Na terça-feira, os ventos derrubaram uma árvore sobre uma picape na região de Houston, matando o motorista. Um homem de 53 anos morreu no norte da Louisiana quando uma árvore caiu sobre sua casa. A presença de gelo no asfalto da rodovia foi responsável pela morte de uma mulher de 28 anos, que sofreu um acidente automobilístico numa estrada perto de Fairview.

Em Mobile, boa parte do telhado da igreja episcopal Trinity foi arrancada e a parede em frente a paróquia ficou destruída, informou Scott Rye, diretor sênior da igreja. Na véspera do Natal, a igreja estava cheia, com cerca de 500 pessoas. "Graças a Deus, isso não aconteceu na noite passada", disse Rye. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAclimatempestades

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.