Kazuhiro Nogi/AFP
Kazuhiro Nogi/AFP

Tempestades que atingem Japão deixam pelo menos 28 mortos

Cerca de 2800 casas ficaram submersas pelas enchentes e 145 desmoronaram

Efe,

16 de julho de 2012 | 07h44

Texto atualizado às 11h37

TÓQUIO - As chuvas torrenciais que afetam o sul do Japão há seis dias já tiraram a vida de 28 pessoas, enquanto prosseguem os trabalhos de resgate das que ainda continuam afetadas pelas enchentes, informou a agência "Kyodo".

Veja também:

linkChuvas deixam 25 mortos e milhares sem luz no Japão

linkChuvas fazem centenas abandonarem casas no Japão

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Nas províncias de Kumamoto, Oita e Fukuoka há seis desaparecidos e ontem na cidade de Yame, em Fukuoka, cerca de 3.000 moradores ficaram presos por causa de estradas alagadas e à espera que as tropas das Forças de Autodefesa japonesas completem seu resgate.

Apesar de que para a Agência japonesa de Meteorologia o pior já passou, espera-se que nas próximas horas aconteçam fortes chuvas e tempestades de raios em diversas áreas afetadas.

A Agência detalhou que entre quarta-feira e sábado se registraram em Kyushu até 100 milímetros por hora de chuvas enquanto a cidade de Asso, em Kumamoto, registrou mais de 800 milímetros por hora nesses quatro dias.

O corpo de bombeiros e a Agência de previsão de desastres calculam que cerca de 2.800 casas ficaram submersas pelas enchentes, enquanto se estima que 145 ruíram por causa da força das precipitações.

 

 

 
Mais conteúdo sobre:
ChuvasJapãomortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.