Templo hindu é atacado na Caxemira

Pelo menos 10 pessoas morreram quando supostos militantes islâmicos atacaram um templo hindu na capital de inverno do estado indiano de Jammu-Cachemira este sábado. Foram mortos quatro policiais, quatro civis e dois dos supostos militantes. A polícia ainda está à procura de um outro militante, que teria sido responsável pelo transporte do grupo até o templo, em uma van. Os dois atacantes desceram da van branca na frente do templo, que está localizado em uma concorrida zona comercial de Jammu y lançaram várias granadas. Um deles entrou no templo e trocou tiros com as forças de segurança. Depois, ele foi encontrado morto dentro do templo. O segundo morreu antes de entrar no santuário. O exército indiano chegou logo depois e cercou o templo. Ninguém assumiu a responsabilidade pelo ataque até o momento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.