Temporal deixa 55 mortos e um milhão de deslocados na China

Sete permanecem desaparecidas; chuvas afetam 9 províncias, inclusive Sichuan, castigada pelo tremor de maio

Efe,

15 de junho de 2008 | 05h36

O temporal que castiga a zona central e o sul da China causou 55 mortos e obrigou a evacuação de um milhão de pessoas, segundo informou neste domingo, 15, o diário oficial Beijing News. Segundo os dados do Ministério de Assuntos Civis chinês, um total de 55 pessoas morreram e outras sete permanecem desaparecidas devido às chuvas torrenciais, que afetam desde a semana passada nove províncias chinesas, entre as quais está Sichuan, a zona mais castigada pelo terremoto do dia 12 de maio. O Ministério também comunicou que mais moradores tiveram que ser retirados por causa das tempestades, que inundaram grandes áreas rurais e se estima que já causaram perdas de mais de 1 bilhão de iuanes (US$ 145 milhões). As previsões do Birô Estatal de Meteorologia da China mostram que as precipitações continuarão na região, pelo menos até a próxima terça-feira e advertiu que os níveis de água dos rios ameaçam transbordar nas províncias de Guangxi, Cantão e Jiangxi (sul). A província de Cantão sofreu as piores conseqüências da chuva, com as piores inundações dos últimos 50 anos no delta do rio da Pérola, que já deixaram 28 mortos e desaparecidos.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinatemporalchuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.