Temporal deixa pelo menos 34 mortos na Europa

O mau tempo que se abateu sobre o noroeste da Europa durante o último fim de semana deixou um saldo de pelo menos 34 mortos, além de danos em centenas de casas, e na infra-estrutura. O forte temporal, que se formou no Atlântico Norte, não havia sido previsto pelos meteorologistas. Hoje, o mau tempo estava a caminho do Mar Báltico e da Escandinávia. Fortes chuvas são esperadas para a próxima quarta-feira na região.A Alemanha, uma vez mais, depois das fortes chuvas do último verão, foi o país que pagou o preço mais alto, com a morte de 10 pessoas devido ao temporal, que atingiu o território alemão com ventos de até 180 quilômetros por hora. As vítimas foram mortas por árvores caídas, telhados e outros objetos arrastados pelos ventos, e pelo desmoronamento de algumas casas.Na Grã-Bretanha, o temporal deixou um saldo de sete mortos, entre eles uma adolescente de 14 anos, vítima de uma árvore que caiu sobre o carro em que viajava. Além disso, milhares de casas ficaram sem eletricidade. Entre Londres e o sul do país, o serviço de transporte ferroviário foi interrompido. Os vôos nos aeroportos de Heatrow e Gatwick sofreram atrasos.Na França, quatro pessoas morreram devido ao temporal. Além disso, o mau tempo forçou o fechamento de parques na capital e causou problemas aos transportes em várias partes do país. Foram registradas mortes também na Bélgica (cinco), Holanda (quatro), Áustria (duas) e Polônia (duas).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.