Tenista israelense é alvo de protesto

A tenista israelense Shahar Peer recebeu ontem, antes da partida contra a checa Barbora Zahlavovao, na Nova Zelândia, um pedido de um grupo neozelandês para que abandonasse o torneio, como forma de protesto pela ação de Israel na Faixa de Gaza. Ela não atendeu ao pedido e acabou jogando protegida por um esquema especial de segurança. Os manifestantes prometem repetir o protesto hoje, quando ela jogará contra a russa Elena Dementieva. "Eu sei que sou de Israel e tenho orgulho do meu país", disse. "Mas vim aqui para jogar tênis."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.