Tensão entre EUA e Irã inquieta países do Golfo Pérsico

O Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) Pérsico pediu nesta segunda-feira, 5, que se evite um conflito bélico por causa dasatividades nucleares iranianas, ao considerar que afetará "muitonegativamente" essa rica região petrolífera.Essa posição foi expressada pelo secretário-geral do CCG,Abdel-Rahman al-Attiyah, na inauguração, em Abu Dhabi, de umaconferência sobre a segurança do Golfo Pérsico, que durará três dias e terá a participação de especialistas e políticos árabes eocidentais."Ainda temos a oportunidade de encontrar uma solução pacíficapara a crise envolvendo o programa nuclear iraniano, mas uma solução assim requer que (a comunidade internacional e o Irã) negociem sobre o assunto com uma visão baseada na sensatez e na razão", disse Attiyah.Os países do CCG - Arábia Saudita, Kuwait, Catar, Bahrein, Omã e Emirados Árabes Unidos - expressaram em várias ocasiões suainquietação com a tensão entre Estados Unidos e Irã devido aosplanos atômicos de Teerã.Essa preocupação aumentou ainda mais depois de Washington enviar dois porta-aviões à região há um mês.O secretário-geral do CCG reiterou que esta aliança política eeconômica não se opõe a que o Irã tenha um programa nuclear para uso pacífico, mas "se opõe ao uso militar da tecnologia atômica por qualquer país da região".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.