Terceira máquina perfuradora chega a mina no Chile

Equipamento deve iniciar operações no dia 18 de setembro e acelerar resgate de mineiros

estadão.com.br

10 de setembro de 2010 | 12h07

Máquina trabalha em resgate de mineiros. Foto: Cláudio Reyes/Efe

 

SANTIAGO - Os caminhões que transportavam a terceira máquina perfuradora até Antofagasta, no Chile, onde os 33 mineiros estão presos há mais de um mês, chegaram na manhã desta sexta-feira, 10, ao local dos resgates, informa o jornal La Nación.

 

Veja também:

especialInfográfico: animação mostra como será o resgate

especialLinha do tempo: os piores acidentes da década

blog Radar Global: Mineiros ganham camisas do Barcelona

lista Risco de doenças é a maior ameaça

lista Contato com o exterior ameniza estresse

 

O comboio de 48 caminhões que levavam a perfuradora petrolífera com capacidade para perfurar até 2 mil metros do solo tinha previsão de chegada para a madrugada da sexta e atrasou algumas horas. A máquina, batizada como "Plano C", deve começar a ser montada ainda nesta sexta.

 

Os caminhões revezarão sua entrada no local do resgate, que não tem espaço o bastante para abrigar todos os veículos. A perfuradora deve começar a operar no dia 18 de setembro e vai acelerar o processo de resgate dos mineiros. O equipamento pode operar a uma velocidade que varia entre 20 e 40 metros por dia.

 

A chegada da terceira perfuradora ocorre em um momento no qual a máquina T-130, o "Plano B", se encontra paralisada devido a um defeito encontrado em seu martelo perfurador. O equipamento já havia perfurado 268 metros, enquanto a primeira máquina, que deu início aos trabalhos, havia chegado aos 200 metros de profundidade.

 

Os 33 mineiros sobreviveram por 19 dias com uma dieta racionada de duas colheres de atum enlatado, um gole de leite e meio biscoito a cada 48 horas. As autoridades disseram que os resgates podem durar até quatro meses.

 

O único canal de comunicação com o exterior tem 15 centímetros de diâmetro. É por lá que as equipes de resgate começaram a enviar soro e rações de proteína e glicose, semelhantes às consumidas por astronautas. Dentro da mina, os mineiros contam com acesso à água e canais de ventilação.

Tudo o que sabemos sobre:
Chilemineirosresgatemina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.