Terceiro jovem morre após tiroteio em escola americana

Uma garota de 14 anos morreu dois dias após um estudante iniciar um tiroteio no estado americano de Washington. O episódio já levou à morte de duas outras pessoas. Gia Soriano morreu na noite de domingo e seus órgãos serão doados para transplantes, informou o Providence Regional Medical Center Everett.

Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2014 | 16h25

De acordo com o escritório de exames médicos, Zoe R. Galasso, de 14 anos, não resistiu a um ferimento causado por um tiro na cabeça. O atirador, Jaylen R. Fryberg, de 15 anos, também morreu de maneira similar.

Três outros estudantes permanecem hospitalizados, dois em estado crítico e um em uma condição satisfatória. Dos adolescente feridos, apenas Nate Hatch, de 14 anos, baleado no maxilar, apresentou melhora. Ele permanece sob cuidados intensivos no Harborview Medical Center, em Seatle, e estava acordado e respirando sozinho, de acordo com a porta-voz do hospital, Susan Gregg.

Andrew Fryberg, de 15 anos, está em estado crítico em uma unidade de tratamento intensivo. Ele e Nate são primos de Jaylen. Shaylee Chuckulnaskit, de 14 anos, está em estado crítico no Providence Regional Medical Center. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtiroteio escola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.