Termina atuação de comissão brasileira no caso Jean Charles

Terminam nesta quinta-feira os trabalhos da missão enviada pelo governo brasileiro a Londres para acompanhar as resoluções sobre o caso da morte do brasileiro Jean Charles de Menezes. Natural de Minas Gerais, Jean Charles foi assassinado pela polícia inglesa no dia 22 de julho de 2005 em uma estação do metrô londrino.A missão é composta pelo diretor do Departamento das Comunidades Brasileiras no Exterior do Ministério das Relações Exteriores, Manoel Gomes Pereira; subprocurador-geral da República, Wagner Gonçalves; e o diretor-adjunto do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça, Márcio Pereira Pinto Garcia.Eles participaram de reuniões com representantes do Ministério Púbico britânico e com familiares e advogados da vítima. O objetivo foi entender os motivos de a família ainda não ter tido acesso ao relatório produzido pela Comissão Independente de Queixas contra a Polícia (IPCC).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.