Terminal de aeroporto de Nova York é aberto após retirada pacote suspeito

Segundo informações da CNN, objeto pertenceria a passageiro que estava embarcando para San Francisco

Efe

25 de julho de 2011 | 12h35

NOVA YORK - As autoridades do aeroporto internacional John F. Kennedy de Nova York reabriram o terminal da companhia aérea American Airlines que tinha sido fechado nesta segunda-feira, 25, após a localização de um pacote suspeito, disse a rede de televisão "CNN".

 

Um pacote que ficou na sala de espera dos passageiros de primeira classe e que aparentemente pertencia a uma pessoa que voava para San Francisco (Califórnia) gerou o alarme, informou a emissora.

 

A Polícia da Autoridade Aeroportuária do aeroporto nova-iorquina encaminhou para a região especialistas em desativação de bombas diante da possibilidade da presença de explosivos, indicaram fontes mencionadas pela rede de televisão "NBC", que também revelaram que no pacote não foi encontrado nada suspeito.

 

Como medida de precaução, os agentes fecharam o terminal oito da companhia aérea.

 

Em meados de julho uma subcomissão de segurança nacional da Câmara de Representantes disse que os aeroportos dos Estados Unidos registraram mais de 25 mil deficiências de segurança desde 2001, ano dos atentados terroristas contra o World Trade Center e o Pentágono.

 

Além disso, assinalaram que 1.388 deficiências de segurança foram registradas em áreas periféricas dos aeroportos, inclusive no John F. Kennedy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.