Terra treme mais 2 vezes em Seattle

A terra voltou a tremer por duas vezes ontem de madrugada no noroeste dos EUA, onde, horas antes, um forte terremoto, de 6,8 graus na escala Richter, abalou a cidade de Seattle, no Estado de Washington. As seqüências, de 3,4 e 2,7 graus na escala Richter, não causaram danos significativos nem elevaram o número de vítimas, segundo os serviços de emergência. O terremoto de quarta-feira à tarde causou a morte de uma pessoa - que sofreu um ataque cardíaco - e ferimentos em 250, das quais pelo menos três estão em estado grave. O epicentro foi localizado pelo especialistas em sismologia da Universidade de Washington a cerca de 50 quilômetros de profundidade sob a cidade de Olympia, capital do Estado. A cidade havia sofrido um grande terremoto em 1949 e, desde então, as autoridades têm o cuidado de só autorizar construções que possam resistir a abalos sísmicos. "Tivemos muita sorte (de os danos terem sido relativamente pequenos), pois se tratou de um tremor muito forte", disse o governador de Washington, Gary Locke, que declarou a região afetada em estado de emergência. O presidente americano, George W. Bush, ofereceu ajuda financeira para trabalhos de reparação no Estado. Estima-se em US$ 2 bilhões o prejuízo causado pelo sismo. O símbolo de Seattle - uma torre de 185 metros de altura batizada de Space Needle (agulha espacial) - resistiu ao tremor, apesar de testemunhas terem dito que ela chegou a oscilar e 30 pessoas terem ficado presas em seu interior durante algumas horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.