AP
AP

Terremoto sentido na Turquia e no Irã deixa ao menos nove mortos

Tremor de 5,7 graus, teve seu epicentro em cidade iraniana; mais de 80 pessoas ficaram feridas nos dois países

Redação, O Estado de s. Paulo

23 de fevereiro de 2020 | 08h54
Atualizado 23 de fevereiro de 2020 | 18h04

TEERÃ - Ao menos nove pessoas, entre elas quatro crianças, morreram e mais de 30 ficaram feridas neste domingo, 23, na província de Van, leste da Turquia, após um terremoto de 5,7 graus de magnitude que teve seu epicentro no Irã.

Muitas vítimas estavam nos escombros de casas que desabaram após o tremor, informou o ministro do Interior turco, Suleyman Soylu. Foram enviados ao local 25ambulâncias, um helicóptero e equipes médicas. 

O ministro da Saúde turco, Fahrettin Koca, informou que nove das 37 pessoas internadas estão em estado grave.

O tremor provocou danos em muitas localidades da província de Van, próximas da fronteira com o Irã, onde ao menos 51 pessoas ficaram feridas em Qotur, na província de Azerbaijão Oeste, e 17 delas precisaram ser hospitalizadas. 

O ministério da educação relatou pequenos danos a várias escolas nos distritos rurais de Baskale, Saray e Gurpinar. Soylu disse que a Autoridade de Gerenciamento de Emergências e Desastres (AFAD) da Turquia começou o trabalho de resgate em aldeias, incluindo Ozpinar, cerca de 25 km ao sul do epicentro. O trabalho foi encerrado nesta tarde. 

Imagens de TV turcas mostraram pessoas cavando com pás e mãos em prédios desabados, além de móveis e pertences espalhados pelas estradas rachadas. Alguns moradores estavam envoltos em cobertores na neve, do lado de fora das casas, com as paredes exteriores desmoronadas e fiação torcida. 


O epicentro do terremoto, que aconteceu às 9h23 no Irã (2h53 de Brasília), foi localizado perto da cidade de Habash-e Olya, a menos de 10 km da fronteira com a Turquia.

O tremor, que teve pelo menos sete tremores secundários e foi sentido em cidades turcas próximas, como Tabriz e Urumia, ocorreu a uma profundidade de 6 quilômetros.

A província turca de Van, que em 2011 foi afetada por um terremoto de 7,1 graus, com um balanço de 500 mortos, também foi impactada no início deste mês por duas avalanches que deixaram 41 mortos. / AFP, AP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.