Terremoto de 5,4 graus atinge Los Angeles

Apesar de ter balançado prédios e assustado a população, tremor não deixou feridos

AP e Reuters, Los Angeles, O Estadao de S.Paulo

30 de julho de 2008 | 00h00

Um terremoto de 5,4 graus na escala Richter atingiu ontem a região de Los Angeles, na Califórnia, e foi sentido na fronteira com o México, em Las Vegas e em San Diego. O tremor não provocou grandes danos, mas balançou prédios, obrigando milhares de pessoas a correrem para as ruas. Não há registro de feridos.Após o terremoto - que ocorreu às 11h42 (15h42, no horário de Brasília)-, mais de 20 tremores secundários foram sentidos na região durante cerca de uma hora e meia. O mais intenso atingiu 3.6 graus. Terremotos de 5 graus são considerados moderados, mas capazes de provocar danos.No centro de Los Angeles, os prédios chegaram a balançar por cerca de 15 segundos. Diversos escritórios - além da prefeitura - foram rapidamente esvaziados. "Estávamos no primeiro andar e sentimos um impacto muito forte", disse Zev Yaroslavsky, supervisor do Condado de Los Angeles. De acordo com Centro de Estudos Geológicos dos EUA, o epicentro ocorreu 47 quilômetros ao sudeste do centro de Los Angeles, perto de Chino Hills.Segundo as autoridades do governo americano, não houve danos estruturais em aeroportos, portos ou estações de energia da região. O fornecimento de energia elétrica também não foi interrompido.Com 300 falhas geológicas, a Califórnia é uma das regiões do mundo mais sujeitas a terremotos. O Estado se localiza acima de duas placas tectônicas: a do Pacífico e a do platô norte-americano. O último grande terremoto a atingir Los Angeles ocorreu em 1994, chegou a 6,7 graus na escala Richter e deixou 57 mortos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.