Terremoto de 5,7 graus atinge noroeste do Irã e deixa 110 feridos

Uma das vítimas está em estado grave; segundo autoridades, mais vítimas podem estar soterradas

AE, Agência Estado

30 de julho de 2010 | 19h33

Um terremoto de 5,7 graus na escala Richter atingiu nesta sexta-feira, 30, o noroeste do Irã, deixando pelo menos 110 pessoas feridas, danificando vilarejos e interrompendo as comunicações, de acordo com reportagens da mídia local que citaram funcionários do governo.

O terremoto ocorreu às 18h21 pelo horário local (11h21 no horário de Brasília) numa região entre as cidades de Baygh e Torbat-Heydarieh, e foi sentido em outras cidades vizinhas, informou Javad Erfanian, chefe de emergências da província do Khorasan, à agência ISNA.

"Danos e baixas foram reportados", disse Erfanian, acrescentando que "o terremoto interrompeu as redes de comunicação". Segundo as autoridades, uma das vítimas está em situação crítica num hospital. Outras nove também foram hospitalizadas. Cerca de cem feridos são tratados em clínicas da região. As autoridades dizem que mais vítimas podem estar soterradas.

 

O Irã está localizado em uma falha sísmica frequentemente atingida por terremotos. Pelo menos um tremor leve é registrado ao dia no país. Cerca de 26.000 pessoas morreram em um terremoto de 6,6 graus que ocorreu em 2003 na cidade de Bam, no sul do país.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoIrãferidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.