Kyodo/Reuters
Kyodo/Reuters

Terremoto de 6,1 graus deixa 4 feridos e danos materiais no Japão

O tremor teve o hipocentro a 12 quilômetros de profundidade em Shimane, no extremo sudoeste da ilha de Honshu

EFE

08 Abril 2018 | 23h22

TÓQUIO - Um terremoto de 6,1 graus de magnitude na escala aberta de Ritcher sacudiu nesta segunda-feira, 9, a cidade de Shimane, no oeste do Japão, sem que fosse emitido alerta de tsunami, e deixou pelo menos quatro pessoas levemente feridas e danos materiais.

O terremoto aconteceu à 1h32 (horário local, 13h32 de domingo, 8, em Brasília) e teve o seu hipocentro a 12 quilômetros de profundidade em Shimane, no extremo sudoeste da ilha de Honshu, a principal do arquipélago japonês, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

+++ Terremoto de 6,2 graus de magnitude abala ilha ao sul das Filipinas

O terremoto atingiu o nível 5 na escala japonesa fechada de 7 graus (centrada nas zonas afetadas mais que na intensidade do tremor) em Shimane, e foi sucedido por várias réplicas de menor força.

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas na cidade de Ode em diferentes acidentes relacionados ao terremoto, enquanto 50 casas ficaram sem eletricidade e cem perderam o fornecimento de água, segundo informou a emissora estatal "NHK".

+++ Terremoto de magnitude 6,3 atinge oeste de Papua-Nova Guiné

O terremoto também causou danos materiais em dezenas de edifícios e infraestruturas da região, segundo o Governo da cidade, que pediu o desdobramento das Forças de Autodefesa (Exército) para ajudar nos reparos.

Por enquanto não foram detectadas irregularidades na usina nuclear de Shimane, que está inativa e em processo de desmantelamento e inspeção de seu combustível nuclear, segundo o seu operador, a Chugoku Electric Power. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.