Caroline Titus/Efe
Caroline Titus/Efe

Terremoto de 6,5 graus atinge a Costa da Califórnia

Fenômeno danifica edifícios, mas não há registro de mortes; 'conseguimos superar bem', diz autoridade

AE-AP, Agencia Estado

10 de janeiro de 2010 | 12h22

Um terremoto de 6,5 graus na escala Richter abalou comunidades do extremo Norte da Califórnia, na tarde de ontem nos Estados Unidos. Embora não haja registro de mortes, houve queda de energia e construções comerciais e residenciais sofreram fortes danos. Muitas pessoas precisaram de ajuda médica em razão dos ferimentos causados pela queda de destroços.

O centro do tremor foi cerca de 35 km a Oeste de Ferndale, no Oceano Pacífico. O terremoto começou por volta das 16h30 de sábado (22h30 em Brasília) e foi sentido desde Capitola (Sul da Califórnia) até Oregon (região central), de acordo com a Inspeção Geológica dos Estados Unidos. Em Eureka, localizada a 385 km ao Norte de São Francisco, moradores de um edifício residencial tiveram de evacuar o condomínio e as estruturas de três prédios comerciais foram declaradas inseguras, segundo o porta-voz da região de Humboldt County, Phil Smith-Hanes.

"Nossos registros iniciais são de que, apesar de ter sido um forte terremoto, conseguimos superá-lo bem", afirmou Smith-Hanes, acrescentando que a avaliação dos danos continuaria neste domingo ao longo da região. Mais de uma dúzia de tremores menores, de até 4,5 graus, foi sentida algumas horas depois, com extensão de aproximadamente 16 km de distância. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACalifórniaterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.