Terremoto de 6,7 na Argentina foi sentido em Buenos Aires

Epicentro ocorreu a 130 km de Santiago del Estero e a quase 600 km de profundidade

AE, Agência Estado

02 Setembro 2011 | 12h24

Atualizado às 15h05

 

BUENOS AIRES - Um terremoto de magnitude 6,7 sacudiu o centro-norte da Argentina nesta sexta-feira, 2, fazendo com que pessoas abandonassem prédios na capital Buenos Aires, a centenas de quilômetros de distância. O Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, pela sigla em inglês) corrigiu a magnitude do tremor, que inicialmente era de 6,4.

 

De acordo com o instituto, o epicentro do terremoto ocorreu a 130 quilômetros de Santiago del Estero, capital da província de mesmo nome, que tem 250 mil habitantes e é a 12ª maior do país.

 

O tremor ocorreu a 598,8 quilômetros de profundidade. Terremotos profundos causam menos danos do que os superficiais.

 

Pessoas que estavam no prédio do tribunal de San Isidro, em Buenos Aires, deixaram o local por causa do tremor na manhã desta sexta-feira. Ocupantes de prédios altos na cidade de Rosario também noticiaram pequenos tremores.

 

"Não houve qualquer tipo de dano e não houve feridos aqui", disse Daniel Pikaluk, chefe da Defesa Civil de Santiago del Estero. "Talvez tenha sido tão profundo que as réplicas tenham sido sentidas mais longe do que aqui perto. Aqui houve apenas algumas pessoas que se sentiram tontura", completou.

 As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Argentina terremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.