Terremoto de 6,9 graus atinge Tóquio e arredores

Apesar da intensidade do tremor, não foi emitido alerta de tsunami; abalo foi registrado no Oceano Pacífico

Efe e Agência Estado,

09 de agosto de 2009 | 09h19

Um terremoto de 6,9 graus na escala Richter atingiu na noite deste domingo, 9, (hora local) a região de Tóquio e as províncias vizinhas, mas não há informações sobre vítimas ou danos materiais. O Instituto de Pesquisa Geológica dos EUA mediu a magnitude do tremor em 7,1. Apesar da intensidade do tremor, não foi ativado o alerta de tsunami.

 

O epicentro do terremoto foi localizado no Oceano Pacífico, ao sul da região de Tokaido, a 340 quilômetros sob o leito marinho e foi sentido com bastante intensidade na capital japonesa e nas províncias de Chiba, Fukushima, Ibaraki, Tochigi, Saitama, informou a Agência Meteorológica do Japão.

 

Em Tóquio, o terremoto teve uma força de 4 na escala japonesa que vai até 7 graus, por isso fez tremer edifícios, mas não foi informado de danos materiais de importância nem de vítimas. O tremor atingiu, mas com menor intensidade, a maior parte da ilha de Honshu, a ilha central e maior do arquipélago japonês.

 

A área que o terremoto atingiu com mais força é uma das mais povoadas do Japão, onde as construções são projetadas para suportar tremores semelhantes ao registrado hoje, devido à frequência em que ocorrem terremotos. Em 5 de agosto, um terremoto de 6,5 graus na escala Richter atingiu o arquipélago de Okinawa, no sul do Japão, sem causar danos, mas outros tremores de 6,9 graus deixaram mortos em algumas ocasiões anteriores.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.