Terremoto de escala 5,6 atinge Oklahoma, sem vítimas

Um terremoto de magnitude 5,6 atingiu o Estado de Oklahoma, nos EUA, nesta madrugada, após um dia de pequenos tremores, deixando edifícios rachados e bloqueando uma rodovia. O terremoto foi tão forte que pôde ser sentido em um estádio de futebol a 80 quilômetros do epicentro e no Tennessee. Autoridades dos serviços de emergência não registraram grandes danos ou feridos.

AE, Agência Estado

06 de novembro de 2011 | 09h38

O epicentro do tremor foi localizado cerca de 71 quilômetros a nordeste de Oklahoma City e pode ser o mais forte da história do Estado se a magnitude for confirmada pelo Centro de Pesquisas Geológicas dos EUA, o USGS. Inicialmente o cálculo havia sido de uma magnitude de 5,2.

Segundo o USGS o tremor ocorreu por volta das 22h53 (horário local) perto da comunidade de Sparks, entre Oklahoma e Tulsa. O terremoto assustou as 58.895 pessoas que estavam no estádio da Universidade Estadual de Oklahoma, em Stillwater. "Todos estavam olhando em volta e ninguém tinha ideia do que acontecia", contou Brandon Weeden, jogador da equipe universitária. Um terremoto de magnitude 4,7 havia atingido a região mais cedo ontem e chacoalhado casas e empresas, mas nenhum grande prejuízo ou vítimas foram relatados. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoEUAtremor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.