Terremoto de magnitude 6,1 atinge norte do Japão

Um terremoto de magnitude 6,1 atingiu o norte do Japão na noite desta quarta-feira (horário local), segundo informações do site do Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, pela sigla em inglês). Foram registradas pequenas alterações nas marés, mas não há relatos de pessoas feridas ou danos.

AE, Agência Estado

14 de março de 2012 | 08h54

Várias cidades emitiram ordens de evacuação ou avisos para os moradores mais próximos da costa. Uma onda de 20 centímetros foi registrada no porto de Hachinohe em Aomori, norte do Japão, cerca de uma hora após o terremoto. Pequenas alterações também foram observados em áreas da ilha de Hokkaido na região de Aomori.

As autoridades levantaram os avisos de tsunami cerca de uma hora após o tremor. A Agência Meteorológica do Japão disse que o tremor teve magnitude 6,8, e um abalo secundário de 5,9 ocorreu cerca de duas horas depois.

A região de Otsuchi, na região de Iwate, onde mais de 800 pessoas morreram em decorrência do tsunami do ano passado, emitiu uma ordem de evacuação para todos os moradores ao longo da costa como medida de precaução, informou Shinichi Motoyama, funcionário da gerência de desastres da região. Não foram registrados danos ou pessoas feridas até o momento, afirmou ele.

Iwate sofreu sérios danos após o terremoto e tsunami de 2011. Milhares de abalos secundários foram registrados na região deste então, quase todos de intensidade pequena ou média.

O terremoto de magnitude 9,0 e o tsunami de 11 de março de 2011 deixou cerca de 19 mil pessoas mortas ou desaparecidas. O Japão lembrou o primeiro aniversário do desastre no último domingo, enquanto o país ainda luta para se reconstruir.

O epicentro do abalo desta quarta-feira foi localizado a cerca de 235 quilômetros ao sul de Kushiro, na ilha de Hokkaido. Ele foi relativamente superficial, já que aconteceu a 10 quilômetros de profundidade. O tremor não foi sentido em Tóquio e não há ameaça de um tsunami que possa atingir esta região do oceano Pacífico. As informações são da Associated Press com USGS.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãoterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.