Terremoto de magnitude 6,1 atinge região central do Chile

Tremor não deixou vítimas ou danos materiais, mas provocou queda de energia e telefonia

Agência Estado

23 de abril de 2010 | 08h53

SANTIAGO - Um terremoto de magnitude 6,1 atingiu, na madrugada desta sexta-feira, 23, o centro do Chile. Não há informações sobre vítimas nem danos causados. O epicentro do tremor ocorreu 65 quilômetros ao sul de Concepción, não muito longe do terremoto de magnitude 8,8 que atingiu a área em 27 de fevereiro. Concepción concentra várias universidades e é uma das maiores cidades do país.

O tremor desta sexta ocorreu a uma profundidade de 35 quilômetros, às 6h03 (hora local), segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). O Gabinete Nacioal de Emergências (Onemi, na sigla em espanhol) reportou apagões e queda do serviço telefônico em Bio Bio, mas não houve registro de vítimas ou danos materiais.

 

Logo após o tremor, o Serviço Hidrográfico e Oceanogáfico da Armada (SHOA) emitiu um alerta de tsunami. Pouco tempo depois, porém, o aviso foi retirado.

 

O terremoto do fim de fevereiro, um dos maiores já registrados no mundo, causou um tsunami e matou pelo menos 452 pessoas, além de deixar um prejuízo estimado em US$ 30 bilhões. Recentemente, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou um plano de reconstrução de US$ 8,4 bilhões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChileterremotoBio BioPiñera

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.