Terremoto de magnitude 6 atinge Guatemala e El Salvador

Tremor ocorreu a cerca de 50km dos países; logo após, duas réplicas de 4,2 e 4,8 graus atingiram El Salvador

Agência Estado e Efe,

18 de janeiro de 2010 | 14h08

Um terremoto de magnitude 6,0 na escala Richter ocorreu nesta segunda-feira, 18, perto da costa oeste de El Salvador e da Guatemala, informou o Centro de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos. O terremoto foi registrado às 9h40 (hora local, 13h40 de Brasília). Logo depois, Duas réplicas de 4,2 e 4,8 graus na escala Richter sacudiram parte do território de El Salvador depois do sismo de 6 graus, segundo o Serviço Nacional de Estudos Territoriais (SNET).

 

O tremor ocorreu em uma área de 39 quilômetros a oés-sudoeste (entre o oeste e o sudoeste) de Ahachapán, El Salvador, e 53 quilômetros a oés-sudoeste de Cuilapa, na Guatemala, segundo a agência. O terremoto ocorreu a uma profundidade de 103 quilômetros.

 

O sismólogo do SNET Douglas Hernández declarou à Efe que as réplicas, reportadas nesta segunda às 10h57 locais (14h57 de Brasília) e 13h36 locais (17h36 de Brasília), foram ocasionadas pelo reacomodo que a zona está experimentando" depois do primeiro movimento tectônico. Hernandéz assegurou que estes movimentos "são parte do processo normal de interação das placas Coco e Caribe".

 

O primeiro tremor, de seis graus na escala Richter, atingiu a Guatemala às 9h40 (hora local), 13h40 de Brasília. Logo após, a primeira réplica, de 5,4 graus, sacudiu a zona ocidental e central do país e teve epicentro a cerca de 150 km da capital. A segunda réplica, de 4,2 graus, foi sentida somente no ocidente do país e alcançou uma intensidade de 3 graus na cidade de Sonsonate, enquanto um tremor de 4,8 graus afetou a zona central e do país e atingiu 3 graus na escala Richter em San Salvador.

 

A Direção de Proteção Civil informou como única emergência relacionada com o tremor de 6 graus a caída de uma colmeia de abelhas que causou picadas em 150 pessoas em uma escola do município de Juayúa.

 

Muitas pessoas saíram às ruas durante o sismo, que foi sentido durante vários segundos.

Tudo o que sabemos sobre:
GUATEMALATERREMOTOEL SALVADOR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.