Terremoto deixa mais de 120.000 desabrigados na China

Equipes de resgate correm para levar tendas e suprimentos às mais de 126.000 pessoas que ficaram desabrigadas depois de um terremoto no sudoeste da China que deixou pelo menos quatro mortos, informam autoridades e a mídia. Cerca de 600 pessoas ficaram feridas no tremor de magnitude 5,6 dee quarta-feira, centrado no município de Ludian na província de Yunnan, segundo a agência de notícias oficial Xinhua. O tremor fez ruírem 18.556 casas, incluindo cabanas de barro e madeira que já haviam sido danificadas por outro terremoto, em novembro. Segundo a Xinhua, quasse um terço dos 370.000 habitantes da área perdeu suas casas. Mais de 200 dos feridos estão em condição grave. Os hospitais enfrentam dificuldades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.