EFE/ EPA/ USGS
EFE/ EPA/ USGS

Terremoto deixa mortos e mais de 100 feridos no Irã

Tremor de magnitude 5,9 graus na escala Richter deixou pelo menos 5 mortos na região noroeste do país

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2019 | 01h44

Teerã - Pelo menos cinco pessoas morreram e 120 ficaram feridas em um terremoto de 5,9 graus de magnitude que sacudiu nesta sexta-feira, 8, a região noroeste do Irã, segundo a TV estatal do país.

O epicentro foi situado a cerca de 60 km da cidade de Hastrud, na província do Azerbaijão Oriental, por volta das 02h30 local (20h00 no  horário de Brasília), informou o Instituto de Estudos Geológicos dos Estados Unidos (USGS).

O USGS emitiu um alerta para mencionar que provavelmente se registrará "número significativo de vítimas" e danos "potencialmente generalizados".

Segundo o centro de sismologia do Instituto de Geofísica da Universidade de Teerã, o epicentro foi situado a 8 km de profundidade, sendo acompanhado por quatro tremores secundários, com entre 4,1 e 4,8 graus de magnitude.

A TV estatal informou que estão em andamento operações de busca e resgate em 41 aldeias, e que os danos materiais parecem afetar significativamente apenas duas.

Testemunhas revelaram que os habitantes das zonas rurais mais afetadas abandonaram suas casas, mas a agência de notícias Fars informou que poucas horas após o terremoto a situação parecia se normalizar.

O Irã está situado precisamente na confluência de várias placas tectônicas, o que gera intensa atividade sísmica.

Em 1990, um terremoto de 7,4 graus arrasou o norte do Irã e matou mais de 40 mil pessoas, deixando cerca de 300 mil feridos e meio milhão de pessoas sem teto. / AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Irã [Ásia]terremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.