Terremoto deixa pelo menos 17 mortos na Itália

Pelo menos 17 pessoas morreram e 30 estão desaparecidas devido a um terremoto que atingiu a região central da Itália na madrugada desta segunda-feira. O número de mortes pode subir, uma vez que muitas casas desabaram na região de Abruzzo.

AGÊNCIAS INTERNACIONAIS, Agencia Estado

06 de abril de 2009 | 03h22

O terremoto, que também foi sentido em Roma, teve magnitude de 6,3 na escala Richter e ocorreu às 3h32 (horário local), segundo os U.S. Geological Survey (USGS - órgão de pesquisa geológica americano). O epicentro do terremoto ocorreu a 95 quilômetros ao nordeste de Roma, a uma profundidade de 10 quilômetros. A região montanhosa do Abruzzo, no centro-leste do país, foi a mais atingida, afirmou o USGS.

O chefe de segurança pública Guido Bertolaso disse que há "muitas vítimas, muitos feridos e muitas casas desabaram", relatou a agência de notícias ANSA.

A Polícia confirmou que cinco pessoas foram mortas na pequena cidade de Castelnuovo, uma em Poggio Picenze, uma em Tormintarte e dois em Fossa, incluindo uma menina de 3 anos.

O terremoto foi o mais recente em uma série de abalos que atingiram a região ao longo dos últimos dois dias.

Tudo o que sabemos sobre:
TerremotoItáliaamplia 2

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.