Terremoto destrói várias casas na Índia

Um forte terremoto de 6,9 graus de magnitude da escala Richter - que atingiu a Índia, Paquistão e Nepal - destruiu várias casas na cidade indiana de Ahmedabad. Segundo as autoridades locais, ninguém foi ferido. Segundo a agência de notícias indiana UNI, o epicentro do tremor foi no oeste da Índia, no estado de Gujarat, na fronteira com o Paquistão. Na capital, Nova Délhi e em várias cidades ao nordeste do país, foram verificados vários tremores às 8h50, horário local (1h20, horário de Brasília). Em Ahmedabad, no estado de Gujarat, as comunicações telefônicas e a energia elétrica foram interrompidas em alguns setores. Muitas pessoas nos estados de Delhi, Uttar Pradesh, Rajasthan, Gujarat e Maharashtra foram para as ruas com medo do tremor. Um terremoto de tal magnitude poderia causar muitos estragos em uma região mais populosa. Contudo, a área atingida não tem estas características.Segurança Além do terremoto, as autoridades indianas estão preocupadas com a segurança na capital do país. Milhares de policiais e paramilitares estão hoje em alerta máximo para qualquer sinal de terrorismo, quando o país prepara-se para comemorar o Dia da República. Cerca de 55 mil policiais assim como 10 mil paramilitares, incluindo franco atiradores, estão espalhados pela cidade para garantir a tranqüilidade de um desfile cívico-militar. Oficiais de segurança disseram que o suposto assassino, Ejaz Rasool, estaria na cidade com outros três membros do grupo terrorista islâmico Lashkar-e-Taiba. O feriado marca a transição da Índia em 1950 para uma república depois da independência da Grã-Bretanha em 1947.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.