Terremoto mata 44 e fere mais de 300 na Indonésia

Milhares de indonésios saíram às ruas em pânico ontem, quando um forte terremoto atingiu a costa sul do país, matando ao menos 44 pessoas, ferindo mais de 300 e soterrando dezenas de vilarejos. O número de mortos pode subir, já que há dezenas de desaparecidos.

AP, O Estadao de S.Paulo

03 de setembro de 2009 | 00h00

Com magnitude de 7.0 na escala Richter, o tremor durou cerca de um minuto e foi sentido em pontos distantes centenas de quilômetros. Muitas das vítimas estavam em prédios que desabaram e pelo menos dez delas morreram após suas casas serem soterradas.

Mais de 700 construções foram danificadas somente na Província de Java Ocidental, a mais atingida do país. Um alerta de tsunami foi feito logo após o terremoto, às 15 horas (4 horas em Brasília), mas foi revogado após uma hora. Em 2004, 230 mil pessoas foram mortas no tsunami - metade delas na Província de Aceh.

"Minha casa desabou. Todos foram para o lado de fora, temendo os tremores secundários", disse uma moradora do vilarejo de Pameungpek que se identificou como Fifi. "Nossa casa começou a tremer muito. Peguei meus filhos e corri para a rua, onde todo mundo estava em pânico", disse Heni Maryani, morador de Sukabumi.

Segundo a agência oficial de notícias Antara, o terremoto praticamente destruiu um vilarejo no distrito de Cianjur, onde cerca de 30 pessoas ainda estão sob os escombros. Segundo autoridades, dez corpos já foram retirados do local. "A maioria é de donas de casa e crianças que estavam jogando videogame em uma das construções soterradas", disse Entang Kurniawan, morador do vilarejo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.