Terremoto mata oito na Guatemala

Tremor de magnitude 7,4 é sentido também em parte do território do México e de El Salvador

CIDADE DA GUATEMALA, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2012 | 02h07

Um terremoto de magnitude 7,4 atingiu ontem a Guatemala. Ao menos oito pessoas morreram e várias ficaram feridas em razão do desmoronamento de residências no norte do país. O governo local declarou estado de emergência. Foi o pior tremor a atingir o país centro-americano em 36 anos.

O terremoto de magnitude 7,4 também foi sentido em El Salvador e no México, onde houve esvaziamento de edifícios, mas sem registro de danos materiais ou vítimas. O epicentro do terremoto foi registrado no Oceano Pacífico, a 24 quilômetros a sudoeste do povoado portuário de Champerico, segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês). Otto Pérez Molina, declarou alerta vermelho em todo o território.

O coordenador dos bombeiros municipais, Cecilio Chacaj, confirmou que oito pessoas - sete homens e uma mulher - morreram em razão do desmoronamento de suas casas em diversas cidades do Departamento de San Marcos, na fronteira com o México. Também houve feridos em consequência dos deslizamentos de terra sobre estradas em áreas montanhosas.

O terremoto de ontem foi o pior sofrido pela Guatemala desde 1976, quando um tremor de magnitude 7,5 causou a morte de cerca de 20 mil pessoas. Na capital, dependências do governo e casas foram esvaziadas.

Medo. "Foi muito forte. Fiquei bem tonta", disse Vanessa Castillo, uma secretária de 38 anos que foi obrigada a abandonar o prédio de 10 andares onde trabalha, com outras pessoas.

Em El Salvador, muitos moradores deixaram suas casas e locais de trabalho e saíram às ruas, mas não havia informações de danos graves, nem de vítimas.

Na populosa Cidade do México, alguns edifícios deram ordem de retirada e atividades foram suspensas, porém sem relatos imediatos de estragos. Serviços como metrô e energia elétrica funcionavam normalmente.

"Foi sentido de maneira intensa em boa parte da cidade... Sistemas estratégicos estão funcionando", afirmou o prefeito da capital mexicana, Marcelo Ebrard, por meio de sua conta no Twitter.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico informou que ondas pequenas causadas pelo tremor atingiram a costa da Guatemala, acrescentando que havia risco de danos localizados num raio de 100 quilômetros. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.