Terremoto na Ásia deixa mais de 100 mortos

O terremoto de domingo que abalou o Afeganistão, Paquistão, Índia, Casaquistão, Tajiquistão e Usbequistão causou a morte de pelo menos 100 pessoas em território afegão, segundo funcionários das Nações Unidas. O sismo, que alcançou 7,2 graus na escala Richter, derrubou uma centena de casas na aldeia de Dakhli-Ezeu, Província de Samangan a cerca de 200 quilômetros da capital afegã, Cabul.A TV estatal do Afeganistão informou a morte estimada de 150 pessoas no país, ressaltando que apenas dez corpos tinham sido encontrados sob escombros até hoje.O porta-voz do Programa Mundial de Alimentos da ONU, Khaled Mansur, afirmou que a maior parte das casas de Dakhli-Ezeu ficou sob toneladas de terra que se desprenderam das encostas. "A aldeia fica num fundo de vale e porções enormes de terra se soltaram, soterrando completamente as casas", relatou. A queda das barreiras também bloqueou um rio da região, causando inundação em pelo menos 50 casas.Funcionários e voluntários da entidade ajudaram hoje a distribuir 22 toneladas de ajuda de emergência na região afetada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.