Terremoto na China deixa 107 mortos e 34 feridos, diz agência

Número de mortes deve aumentar nas próximas horas; pelo menos 900 estudantes estão presos em escombros

Agência Estado e Associated Press,

12 de maio de 2008 | 08h43

Um terremoto de 7,8 graus na escala Richter atingiu nesta segunda-feira, 12, a região central da China e provocou a morte de pelo menos 107 pessoas, informou a mídia local. De acordo com a agência de notícias Nova China, 34 pessoas ficaram feridas.   O número de mortes, no entanto, deve aumentar nas próximas horas, já que pelo menos 900 estudantes estão presos nos escombros de escolas que desabaram na província de Sichuan.   Das mais de cem mortes confirmadas até o momento, pelo menos quatro das vítimas eram crianças em idade escolar, informou a Nova China. As crianças estudavam em duas escolas da municipalidade de Chongqing que desabaram por causa da força do terremoto. Além dos quatro alunos mortos nesses dois desabamentos, mais de cem ficaram feridos, dois deles em estado grave. Em Sichuan, uma pessoa morreu ao ser atingida por uma caixa d'água.   O terremoto ocorreu às 14h28 locais e o epicentro localizou-se 92 quilômetros a noroeste de Chengdu, informou o Instituto de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos em sua página na internet.   O forte terremoto foi sentido em diversas regiões do país, provocando pânico entre a população. O abalo sísmico levou ao fechamento do aeroporto de Chengdu, capital de Sichuan. As emissoras locais de televisão mostravam avenidas e estradas congestionadas por carros ocupados por motoristas assustados. Há previsão de chuva para a área afetada. As linhas telefônicas da região afetada estão congestionadas.

Tudo o que sabemos sobre:
TerremotoChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.