Terremoto na China mata 27 e atinge mais de 180 mi residências

Um terremoto que atingiu as provínciasde Sichuan e Yunnan, no sul da China, matou 27 pessoas,danificou ou destruiu mais de 180 mil residências e afetou pelomenos 800 mil residentes, informou a mídia estatal nestedomingo. O epicentro do terremoto de sábado, que irrompeu perto das4h30 da tarde (horário local), aconteceu a cerca de 30 km aosul de Panzhihua, próximo da fronteira de Sichuan e Yunnan, deacordo com o Observatório Geológico dos EUA (USGS na sigla eminglês). O tremor teve aproximadamente dez km de profundidade. O USGS afirmou que a magnitude do terremoto foi de 5,7graus, enquanto a agência de notícias estatal chinesa Xinhuadisse ter atingido 6,1 na escala. Uma segunda onda de magnitude 5,6 atingiu a mesma área 24horas depois, disse o USGS neste domingo. Não havia relatosimediatos de danos adicionais. Segundo a Xinhua, o tremor de domingo feriu mais de 350pessoas; três outras estavam desaparecidas, somadas às 27mortes já confirmadas. "Mais de 800 mil pessoas foram afetadas pelo desastre.Cerca de 40 mil foram evacuadas para locais seguros," dizia orelato oficial. "Além disso, cerca de 180 mil casas foram destruídas. Trêsgrandes pontes na cidade de Panzhihua, em Sichuan, o epicentrodo terremoto, foram danificadas. Foram encontradas rachadurasem três reservatórios."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.