Terremoto na China mata 6 e soterra 900 estudantes

Um terremoto de 7,8 graus de magnitudeque atingiu a província de Sichuan, na China, na segunda-feira,matou seis pessoas, feriu pelo menos outras 100 pessoas esoterrou 900 estudantes, em um abalo que sacudiu prédios e fezcom que as pessoas corressem para as ruas. A Xinhua, agência de notícias oficial, disse que as mortesocorreram quando dois alunos de uma escola primária caíram emChongqing, uma cidade tem 30 milhões de habitantes e fica pertode Sichuan. Mais tarde a agência informou que o número de mortos devesubir, já que as equipes de resgate estão fazendo contato comáreas cujas estradas e linhas de telefone tinham sido afetadas. A televisão estatal mostrou multidões nas ruas da capitalde Sichuan, Chengdu. Todos pareciam ilesos, mas uma mulhersangrava na cabeça. Todavia, uma autoridade do órgão sismológico disse que aslinhas telefônicas de condado de Wenchuan, em Sichuan --oepicentro do terremoto--, foram completamente cortadas e houverelatos de danos a prédios em condados vizinhos, o que indicaque pode ter ocorrido mortes na área. O premiê Wen Jiabao voava para Chengdu, crescente metrópolede 10 milhões de habitantes, conhecida pela sua base depesquisas sobre a reprodução de pandas. Ela fica a cerca de1.090 quilômetros a sudoeste de Pequim. O presidente Hu Jintato ordenou um "esforço geral" pararesgatar as pessoas afetadas pelo terremoto, disse a Xinhua. O tremor foi sentido até em Bangcoc, capital da Tailândia,que fica a cerca 3.300 quilômetros de distância. Lá, os prédiosbalançaram por vários minutos. Na cidade de Wuhan, as pessoas correram para as ruas e pelomenos um prédio caiu, segundo um estudante universitário."Todos os prédios balançavam para frente e para trás", disseele, por telefone. "Sentimos um tremor contínuo por cerca de dois ou trêsminutos", disse o funcionário de um escritório. "Todas aspessoas correram para baixo. Ainda sentimos leves tremores." Um empregado de um jornal local de Mianyang disse que houvevários terremotos. A USGS, agência sismológica norte-americana,disse que houve um impacto posterior de magnitude 6 às 3h43quase no mesmo local e outro às 4h34, de magnitude 5,4. A torre Jinmao, em Xangai, foi esvaziada, assim como osdemais prédios mais altos da China, durante o terremoto e ostremores que o seguiram. Os trabalhadores puderam voltar maistarde. (Reportagem adicional de Darren Schuettler em Bangcoc)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.