Antara Foto/Zakir/via REUTERS
Antara Foto/Zakir/via REUTERS

Terremoto na Indonésia deixa ao menos 14 mortos e 160 feridos

Dezenas de prédios ruíram e o tremor provocou pânico entre os moradores

EFE

29 Julho 2018 | 00h58

JACARTA - Pelo menos 14 pessoas morreram, outras 160 ficaram feridas e dezenas de prédios desmoronaram após o terremoto de 6,4 graus na escala Richter e as posteriores réplicas que sacudiram neste domingo a ilha de Lombok, na Indonésia.

"O terremoto causou 14 mortos, 160 feridos e várias de casas danificadas", detalhou em comunicado o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho.

As autoridades continuam a apuração de vítimas e a avaliação de danos.

+++ Terremoto de 5.5 graus atinge Ilha de Bali, na Indonésia

O terremoto afetou também as vizinhas ilhas de Bali, destino turístico principal do país, e Sumbawa.

"Ainda acontecem várias réplicas com menores graus de intensidade", disse Sutopo, antes de acrescentar que foram registradas pelo menos 43 réplicas, a mais forte de 5,7 graus de magnitude.

O terremoto de 6,4 de magnitude foi sentido cerca de dez segundos em Lombok, onde provocou cenas de pânico, enquanto moradores abandonavam suas casas no começo da manhã.

+++ Terremoto de magnitude 6,6 atinge litoral da Indonésia

Na ilha de Bali, a oeste de Lombok, milhares de visitantes puderam sentir o tremor, enquanto na parte ocidental de Sumbawa, a leste de Lombok, alguns prédios desabaram.

Sutopo disse que o acesso ao vulcão Rinjani, uma das atrações turísticas de Lombok, foi fechado devido a deslizamentos de terra.

 

A Indonésia se assenta sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica sacudida por cerca de 7.000 tremores por ano, a maioria moderada. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.