Terremoto na Itália provoca apenas danos materiais

Um forte terremoto foi sentido no norte da Itália nesta sexta-feira, segundo relatos dos meios de comunicação italianos. De acordo com essas informações, o epicentro do tremor foi localizado na costa da Toscana, entre as províncias de Massa e Carrara e Luca.

Agência Estado

21 de junho de 2013 | 11h26

A intensidade do tremor fez com que o terremoto fosse sentido em Milão, Verona e Florença, que ficam a uma distância de 160 quilômetros do epicentro.

O prefeito de Lunigiana, Riccardo Ballerini disse à Sky TG 24 que o terremoto causou danos em alguns edifícios da cidade, onde paredes chegaram a ruir, mas afirmou que não há registro de mortos ou feridos.

As emissoras de televisão também informaram que a ministra de Esportes, da Igualdade de Oportunidades e da Política para os Jovens, Josefa Idem, interrompeu um discurso que fazia em um evento na prefeitura de Reggio Emilia, a 70 quilômetros da região atingida. O edifício foi imediatamente evacuado.

Segundo a agência de notícias ANSA, muitas pessoas na cidade de Carrara deixaram suas casas, mesmo sem danos visíveis às construções.

O Centro Nacional de Terremotos e Vulcões (INGV) disse que o terremoto de magnitude 5,2 ocorreu a uma profundidade de 5 quilômetros. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Itáliaterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.